(ainda) há coisas assim…

Levei o senhor Ulme a passear. Estava a chover (…). Recordei o que ele costumava dizer dos guarda-chuvas:
“Creio que o guarda-chuva é uma excelente invenção. Repare: não é um objecto que acabe com a chuva, é sim algo que evita a chuva individualmente. Não gosto dela, mas não acabo com ela, não a destruo. O guarda-chuva é uma filosofia que usamos no quotidiano. A água continua  a cair nos campos, apenas evito que me estrague o penteado. É um objecto bondoso, que não magoa ninguém.”
Não há muita coisa assim.
Flores | Afonso Cruz
wp_20150415_002_1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s